14 de jul de 2008

Canhoto destro

Essa veio do fundo do Relicário... pra ser mais preciso a 4 anos atrás...O texto é comprido mas leiam por favor, principalmente os canhotos como eu.

Estava cá pensando: Qual motivo me levou a ser canhoto? Motivo sim, pois acho que ainda bebê, quando fiz essa opção, deveria ter um motivo muito forte. Mas com o passar dos anos, quase 21, percebi que sou canhoto apenas para escrever e fazer coisas que exijam maior atenção. Para outras coisas sou totalmente destro, o canhoto mais destro que já vi, nunca notei outro afinal. Voltando então ao primeiro questionamento, creio eu que decidi ser canhoto para me destacar entre um monte de destro sem graça, só pra ser diferente; Ah, pra chamar atenção mesmo. Dizem, sem falsa modéstia e amparado pela ciência, que os canhotos são mais inteligentes. Não, o termo não é esse e sim: “Usam mais o cérebro que os destros.” Calma! Isso não implica que nos canhotos sejamos mais inteligentes; pelo contrário, penso que nós somos mais burrinhos, pois para compreender uma simples coisa usamos mais o nosso cérebro. Mentira, me acho inteligente sim. Voltando à minha escolha, como se não bastasse o desejo de ser diferente, notei que existiam vários canhotos, decidi ser mais ainda. Quando comecei a jogar bola foi que percebi, mas já era assim muito antes, que era um canhoto destro. Vai ser diferente assim lá na M... Pontaria certeira na mão direita, que dizer, apenas para algo que me incomoda (a vidraça da vizinha chata). Na mão esquerda tenho pontaria certeira quando o alvo é o coração, acho. Dizem que o cérebro cruza as informações, logo, se sou canhoto de mão, sou destro no CABEÇÃO. O que sou afinal? Um canhoto com mania de aparecer, precisando de atenção ou apenas um destro que quando nasceu quis ser diferente e escreve de mão trocada? Maior sofrimento do mundo foi quando fraturei o braço esquerdo, como sou exagerado, logo em dois lugares. Mas foi o melhor sofrimento que já pode acontecer, se é que existe sofrimento bom. Fiquei 15 dias sem escrever nada, pelo menos nada legível. Paparicado demais, estava até me acostumando. Tentava escrever com a mão direita, só pra fazer charminho, mas meu lado esquerdo do cérebro é retardado, por isso não saía nada que um balconista de farmácia pudesse decifrar. Escrevendo tento chegar a alguma conclusão aceitável sobre o fato de ser canhoto. Mas ser canhoto é muito mais que o simples fato de escrever com a mão esquerda. É ter que sentar em carteira de destro durante toda a vida acadêmica, adaptar-se à situação de tal modo que não se consegue sentir-se à vontade numa carteira “especial”. É comer certo, com o garfo na mão esquerda, não por educação sim por necessidade. É sentir dificuldade para trocar a marcha do carro, que pena não morar na Inglaterra. E por último, mas não menos tragicômico, sujar a mão e borrar tudo que escrevo. É! Não se dá pra notar o esforço que os canhotos fazem para não passar com a mão sobre o que acabou de escrever. Mas tenho outras definições para o ser canhoto. É ter o privilégio de carteiras “especiais”, pois é isso que somos. Poder ser disperso prestando atenção em tudo, paradoxal, não? Ver o mundo de maneira totalmente diferente, como peixes fora d água. Ter maior sensibilidade com tudo e todos. É utilizar um pouco mais de cérebro sem o mínimo esforço para isso. É escrever palavras que podem borrar, mas que por sua força, mesmo desfeitas jamais perdem a essência. Passar vários minutos, horas, dias, meses pensando como seria um mundo só de canhotos, não é coisa para canhoto, pelo menos não para os ocupados ou com preguiça de sentirem-se canhotos deste modo que explicitei. Se passei a noção exata do que é ser canhoto, para todos os outros que o são, não sei. Só acho que sou um canhoto ao contrário. Escrevo as coisas ao contrário, mas nem por isso penso o contrário, apenas imagino, ou realizo, diferente. Só mais uma coisa, um planeta de canhotos não prestaria pra mim, pois lá eu seria destro.

Um comentário:

Nina disse...

Eu já percebi que você não faz tudo com a mão esquerda.... vc joga Wii com a direita... è um canhoto frustrado né??? hahahaha Brincadeira amore! Beijoss