21 de jul de 2008

Tudo de bom


Música que retrata bem o que tenho sentido...

Tudo de bom (Fernanda Porto)

Só poderia ser
Sempre com você
Você acelerou minha calma...(2x)

Já misturou tudo em mim
São Paulo, Rio de janeiro
Em Londres
Num grande terreiro...

Natal caiu em fevereiro
É carnaval o ano inteiro
Só com você, poderia ser...

Só poderia ser
Sempre com você...

Na pista todo mundo brilha
Aqui tudo é bonito demais
Só dança quem sacode o planeta...

Não sei se é moderno ou careta
Querer um amor tão eterno
Só com você
Tudo é tudo de bom...

Na pista todo mundo brilha
Aqui tudo é bonito demais
Só dança quem sacode o planeta

Não sei se é moderno ou careta
Querer um amor tão eterno
Só com você
Tudo é tudo de bom...

Você é tudo, você é tudo
Você é tudo de bom...(2x)

14 de jul de 2008

Canhoto destro

Essa veio do fundo do Relicário... pra ser mais preciso a 4 anos atrás...O texto é comprido mas leiam por favor, principalmente os canhotos como eu.

Estava cá pensando: Qual motivo me levou a ser canhoto? Motivo sim, pois acho que ainda bebê, quando fiz essa opção, deveria ter um motivo muito forte. Mas com o passar dos anos, quase 21, percebi que sou canhoto apenas para escrever e fazer coisas que exijam maior atenção. Para outras coisas sou totalmente destro, o canhoto mais destro que já vi, nunca notei outro afinal. Voltando então ao primeiro questionamento, creio eu que decidi ser canhoto para me destacar entre um monte de destro sem graça, só pra ser diferente; Ah, pra chamar atenção mesmo. Dizem, sem falsa modéstia e amparado pela ciência, que os canhotos são mais inteligentes. Não, o termo não é esse e sim: “Usam mais o cérebro que os destros.” Calma! Isso não implica que nos canhotos sejamos mais inteligentes; pelo contrário, penso que nós somos mais burrinhos, pois para compreender uma simples coisa usamos mais o nosso cérebro. Mentira, me acho inteligente sim. Voltando à minha escolha, como se não bastasse o desejo de ser diferente, notei que existiam vários canhotos, decidi ser mais ainda. Quando comecei a jogar bola foi que percebi, mas já era assim muito antes, que era um canhoto destro. Vai ser diferente assim lá na M... Pontaria certeira na mão direita, que dizer, apenas para algo que me incomoda (a vidraça da vizinha chata). Na mão esquerda tenho pontaria certeira quando o alvo é o coração, acho. Dizem que o cérebro cruza as informações, logo, se sou canhoto de mão, sou destro no CABEÇÃO. O que sou afinal? Um canhoto com mania de aparecer, precisando de atenção ou apenas um destro que quando nasceu quis ser diferente e escreve de mão trocada? Maior sofrimento do mundo foi quando fraturei o braço esquerdo, como sou exagerado, logo em dois lugares. Mas foi o melhor sofrimento que já pode acontecer, se é que existe sofrimento bom. Fiquei 15 dias sem escrever nada, pelo menos nada legível. Paparicado demais, estava até me acostumando. Tentava escrever com a mão direita, só pra fazer charminho, mas meu lado esquerdo do cérebro é retardado, por isso não saía nada que um balconista de farmácia pudesse decifrar. Escrevendo tento chegar a alguma conclusão aceitável sobre o fato de ser canhoto. Mas ser canhoto é muito mais que o simples fato de escrever com a mão esquerda. É ter que sentar em carteira de destro durante toda a vida acadêmica, adaptar-se à situação de tal modo que não se consegue sentir-se à vontade numa carteira “especial”. É comer certo, com o garfo na mão esquerda, não por educação sim por necessidade. É sentir dificuldade para trocar a marcha do carro, que pena não morar na Inglaterra. E por último, mas não menos tragicômico, sujar a mão e borrar tudo que escrevo. É! Não se dá pra notar o esforço que os canhotos fazem para não passar com a mão sobre o que acabou de escrever. Mas tenho outras definições para o ser canhoto. É ter o privilégio de carteiras “especiais”, pois é isso que somos. Poder ser disperso prestando atenção em tudo, paradoxal, não? Ver o mundo de maneira totalmente diferente, como peixes fora d água. Ter maior sensibilidade com tudo e todos. É utilizar um pouco mais de cérebro sem o mínimo esforço para isso. É escrever palavras que podem borrar, mas que por sua força, mesmo desfeitas jamais perdem a essência. Passar vários minutos, horas, dias, meses pensando como seria um mundo só de canhotos, não é coisa para canhoto, pelo menos não para os ocupados ou com preguiça de sentirem-se canhotos deste modo que explicitei. Se passei a noção exata do que é ser canhoto, para todos os outros que o são, não sei. Só acho que sou um canhoto ao contrário. Escrevo as coisas ao contrário, mas nem por isso penso o contrário, apenas imagino, ou realizo, diferente. Só mais uma coisa, um planeta de canhotos não prestaria pra mim, pois lá eu seria destro.

10 de jun de 2008

Down em mim
Composição: Frejat/Cazuza

Eu não sei o que o meu corpo abriga
Nestas noites quentes de verão
E nem me importa que mil raios partam
Qualquer sentido vago de razão
Eu ando tão down
Eu ando tão down

Outra vez vou te cantar, vou te gritar
Te rebocar do bar
E as paredes do meu quarto vão assistir comigo
À versão nova de uma velha história
E quando o sol vier socar minha cara
Com certeza você já foi embora
Eu ando tão down
Eu ando tão down

Outra vez vou te esquecer
Pois nestas horas pega mal sofrer
Da privada eu vou dar com a minha cara
De panaca pintada no espelho
E me lembrar, sorrindo, que o banheiro
É a igreja de todos os bêbados
Eu ando tão down
Eu ando tão down
Eu ando tão down
Down... down

29 de mai de 2008

Até onde irá tanta hipocrisia?

Sim estou vivo! Decidi movimentar novamente este humilde blog por motivos nobres, pelo menos do meu ponto de vista.
Após algum tempo, certo suspense e muuuuiiitaaa pressão o STF decidiu votar a ADIn que trata das pesquisas com células-tronco embrionárias. E votaram bem! Opinaram pela constitucionalidade da Lei n. 11.105/2005, ou seja, o Brasil está mais uma vez na vanguarda das pesquisas científicas. O Brasil de Santos Dumont, Oswaldo Cruz e tantos outros que estiveram à frente do seu tempo, volta agora a figurar entre os 26 países onde tal pesquisa é permitida, é o 1º da América Latina. Até onde eu pretendo chegar com esse post? Pretendo expressar minha felicidade ao ver que cada vez mais a minha amada Pátria admite o seu caráter de Estado Laico, sem religião fundamental. Não tem coisa que me deixe tão indignado como Padres comedores de criancinhas (eles não são canibais) ou Pastores devoradores de contas bancárias alheias sejam contra a pesquisa realizada com embriões inviáveis. Fico pensando até onde vai a hipocrisia desse povo e até onde eles acham que podem interferir... Se formos reparar bem em todas as intervenções de caráter religioso que já existiram na humanidade ficaremos chocados. Que o digam: "Santa" Inquisição, Holocausto (com apoio do Papa), Guerras Santas no Oriente Médio, Atentados na Europa... Todos giram em torno de um único e fundamental tema: Por que as religiões dominam o mundo até hoje? Será que eu sou um dos poucos que percebem isso? Gostaria que não...
Voltando ao tema do post... Esta igreja que queria proibir na marra o progresso científico do Brasil é a mesma que condena o uso de métodos contraceptivos em especial a camisinha. Em que século eles estão vivendo? O que os faz pensar serem os donos da verdade absoluta? Essa última decisão do STF pôs em cheque a "Santa sabedoria" dos membros desta ultrapassada instituição. O engraçado é encontrar católicos ou evangélicos que se julgam melhores que os suicidas do Islã... na minha humilde e sincera opinião: SÃO TODOS FARINHA DO MESMO SACO. Pois vivem em função de um fanatismo que foi capaz de chegar ao ponto de querer proibir pesquisas que podem tirar milhares de pessoas de vidas vegetativas, chegou ao ponto de condenar o uso da camisinha. Enquanto isso eles estão vivendo às custas das suas "ovelhas" e sustentando a hipocrisia de que tudo é lindo dentro da sua igreja. Quando de fato, lá no fundo, inclusive você que está lendo isso e ficou ofendido com a sinceridade exposta, todos sabemos dos casos aos montes de pedofilia nas igrejas católicas e evangélicas espalhadas pelo mundo.
Só fica uma pergunta: Será que eles usam camisinha?

Em tempo, EU SOU ATEU e a favor da evolução da humanidade.

p.s.: podem comentar o que acharem necessário, afinal diferentemente da igreja, eu não possuo a verdade absoluta.

27 de abr de 2008

A letra é bem grandinha... mas é bem por aí mesmo... junta tudo e não chegam aos teus pés...
TE AMO PIRRAIA

TODAS ELAS JUNTAS NUM SÓ SER (LENINE)

Não canto mais Babete nem Domingas
Nem Xica nem Tereza, de Ben jor;

Nem Drão nem Flora, do baiano Gil;
Nem Ana nem Luiza, do maior;

Já não homenageio Januária,

Joana, Ana, Bárbara, de Chico;

Nem Yoko, a nipônica de Lennon;
Nem a cabocla, de Tinoco e de Tonico;

Nem a tigreza nem a vera gata
Nem a branquinha, de Caetano;
Nem mesmoa linda flor de Luiz Gonzaga,
Rosinha, do sertão pernambucano;
Nem Risoflora, a flor de Chico Science,
Nenhuma continua nos meus planos.
Nem Kátia Flávia, de Fausto Fawcett;

Nem Anna Júlia do Los Hermanos.

Só você,
Hoje eu canto só você;
Só você,
Que eu quero porque quero, por querer.

Não canto de Melô pérola negra;
De Brown e Hebert, uma brasileira;
De Ari, nem a baiana nem Maria,
Nem a Iaiá também, nem minha faceira;
De Dorival, nem Dora nem Marina
Nem a morena de Itapoã;
Divina garota de Ipanema,
Nem Iracema, de Adoniran.

De Jackson do Pandeiro, nem Cremilda;

De Michael Jackson, nem a Billie Jean;

De Jimi Hendrix, nem a doce Angel;
Nem Ângela nem Lígia, de Jobim;

Nem Lia, Lily Braun nem Beatriz,

Das doze deusas de Edu e Chico;
Até das trinta Leilas de Donato,
E de Layla, de Clapton, eu abdico.

Só você,
Canto e toco só você;
Só você,
Que nem você ninguém mais pode haver.

Nem a namoradinha de um amigo
E nem a amada amante de Roberto;
E nem Michelle-me-belle, do beattle Paul;
Nem Isabel - Bebel - de João Gilberto;

E nem B.B., la femme de Serge Gainsbourg;
Nem, de Totó, na malafemmená;
Nem a Iaiá de Zeca Pagodinho;
Nem a mulata mulatinha de Lalá;

E nem a carioca de Vinícius
E nem a tropicana de Alceu
E nem a escurinha de Geraldo
E nem a pastorinha de Noel
E nem a namorada de Carlinhos
E nem a superstar do Tremendão
E nem a malaguenha de Lecuona
E nem a popozuda do Tigrão

Só você,
Hoje elejo e elogio só você,
Só você,
Que nem você não há nem quem nem quê.

De Haroldo Lobo com Wilson Batista,
De Mário Lago e Ataulfo Alves,
Não canto nem Emília nem Amélia,
Nenhuma tem meus vivas! E meus salves!
E nem Angie, do stone Mick Jagger;
E nem Roxanne, de Sting, do Police;
E nem a mina do mamona Dinho
E nem as mina – pá! - do mano Xiz!

Loira de Hervê e loira do É O Tchan,
Lôra de Gabriel, o Pensador;
Laura de Mercer, Laura de Braguinha,
Laura de Daniel, o trovador;
Ana do Rei e Ana de Djavan,

Ana do outro rei, o do baião

Nenhuma delas hoje cantarei:
Só outra reina no meu coração.

Só você,
Rainha aqui é só você,
Só você,
A musa dentre as musas de A a Z.

Se um dia me surgisse uma moça
Dessas que com seus dotes e seus dons,
Inspira parte dos compositores
Na arte das palavras e dos sons,
Tal como Madallene, de Jacques Brel,
Ou como Madalena, de Martinho;
Ou Mabellene e a sixteen de Chuck Berry,
E a manequim do tímido Paulinho;

Ou como, de Caymmi, a moça prosa
E a musa inspiradora Doralice;
Se me surgisse uma moça dessas.
Confesso que eu talvez não resistisse;
Mas, veja bem, meu bem, minha querida;
Isso seria só por uma vez,
Uma vez só em toda a minha vida!
Ou talvez duas... mas não mais que três...

Só você...
Mais que tudo é só você;
Só você...
As coisas mais queridas você é:

Você pra mim é o sol da minha noite;
É como a rosa, luz de Pixinguinha;
É como a estrela pura aparecida,
A estrela a refulgir, do Poetinha;
Você, ó flor, é como a nuvem calma
No céu da alma de Luiz Vieira;
Você é como a luz do sol da vida
De Steve Wonder, ó minha parceira.

Você é pra mim e o meu amor,
Crescendo como mato em campos vastos,
Mais que a gatinha para Erasmo Carlos;
Mais que a cigana pra Ronaldo bastos;
Mais que a divina dama pra Cartola;
Que a domna pra Ventadorn, Bernart;
Que a honey baby pra Waly Salomão
E a funny valentine pra Lorenz Hart.

Só você,
Mais que tudo e todas, é só você;
Só você,
Que é todas elas juntas num só ser.

13 de mar de 2008

SABOR DAS MULHERES

Mulher Camarão : só tem merda na cabeça, mas é gostosa e você come assim mesmo.

Mulher Caranguejo : é feia e peluda, mas você bate nela, limpa direitinho e come.

Mulher Pão : tem sempre o mesmo gosto, mas você come todo dia.

Mulher Aperitivo : acompanhada de uma bebida você come e ainda acha bom.

Mulher Maracujá : é toda enrugada, mas você come e depois que come sente vontade de dormir...

Mulher Lagosta : só come quem tem dinheiro.

Mulher Caviar: você sabe que alguém está comendo, mas não é ninguém que você conheça.

Mulher Bacalhau : você só come uma vez por ano.

Mulher Arroz: é a oficial. Você só come porque já está acostumado.

Mulher Maionese de Fim de Festa : todo mundo te avisa pra não comer,

Mas você come porque está desesperado; se arrepende e depois passa mal.

Mulher Coca-Cola : é pressão o tempo todo.

Mulher Engov : você dá uma antes de sair, faz farra a noite toda, e quando volta pra casa,

bêbado, dá outra antes de dormir

Mulher Rã: todo mundo já comeu, menos você.

Mulher Queijo Coalho : é toda quadrada, mas que você come assim mesmo.

Mulher Salada : é bonita, mas quando você come descobre que não é tão gostosa assim.

Mulher Marmita : não é lá essas coisas, mas você come rapidinho.

Mulher Cafezinho de Supermercado : você nem faz questão, mas como é de graça, você come.

Mulher Jiló : é horrível, mas você conhece alguém que come.

Mulher Sorvete : se você não comer logo, ela "derrete" e você não come nunca mais.

Mulher Docinho de Festa : você fica com vergonha de chegar junto, então vem outro, come e deixa você chupando dedo..

Mulher Cogumelo Venenoso : comeu, tá fudido.

Mulher Feijoada : você come e ela fica te enchendo o dia todinho.

Mulher Espinafre: te dá forças quando você está na pior.

Mulher Criptonita: você come e ela suga todas as suas forças, te deixa destruído.

Mulher Coqueiro : pode trepar que não tem galho.

Mulher Miojo : em três minutos tá pronta pra comer.

Mulher Coca 2 litros : dá prá seis

Mulher Maverick: antiga, já esteve na moda e bebe pra caralho

Mulher Bandeira de Pirata : é só pano e osso.

Mulher Mortadela: é redondinha, cheia de gordurinhas, quem come adora ,mas não conta pra ninguem

1 de mar de 2008

Coração selvagem


Relicário é o nome deste humilde blog.
Diz o dicionário:

relicário
re.li.cá.rio
sm (relíquia+ário) 1 Recipiente onde se guardam relíquias. 2 Bolsinha ou medalha com relíquias que, por devoção, alguns trazem ao pescoço. 3 Caixa de lembranças ou recordações. 4 Memória; coração.

Pois é nele que guardo todas as coisas boas até então enclausuradas na minha cabeça. Guardo o amor que sinto por Má rina ( ela é malvada mas eu a amo mesmo assim) hehehe

Um amor tão grande que ontem me fez chorar de felicidade, dizer que você é a mulher da minha vida não foi exagero nem jogada, foi a mais pura sinceridade. Só contigo eu choro de felicidade, só contigo eu vivo... só em você encontrei O amor de verdade!

Amor cheio de respeito, diversão, cuidado... te amo muito!

Ontem tava no carro ouvindo música e ouvi essa, foi muito foda! Apesar de você não curtir ou não conhecer a obra desse monstro da MPB, apenas leia e sinta...

CORAÇÃO SELVAGEM (BELCHIOR)

Meu bem, guarde uma frase pra mim dentro da sua canção
Esconda um beijo pra mim sob as dobras do blusão
Eu quero um gole de cerveja no seu copo no seu colo e nesse bar
Meu bem, o meu lugar é onde você quer que ele seja
Não quero o que a cabeça pensa eu quero o que a alma deseja
Arco-íris, anjo rebelde, eu quero o corpo tenho pressa de viver
Mas quando você me amar, me abrace e me beije bem devagar
Que é para eu ter tempo, tempo de me apaixonar
Tempo para ouvir o rádio no carro
Tempo para a turma do outro bairro, ver e saber que eu te amo
Meu bem, o mundo inteiro está naquela estrada ali em frente
Tome um refrigerante, coma um cachorro-quente
Sim, já é outra viagem e o meu coração selvagem
Tem essa pressa de viver
Meu bem, mas quando a vida nos violentar
Pediremos ao bom Deus que nos ajude
Falaremos para a vida: "Vida, pisa devagar meu coração cuidado é frágil;
Meu coração é como vidro, como um beijo de novela"
Meu bem, talvez você possa compreender a minha solidão
O meu som, e a minha fúria e essa pressa de viver
E esse jeito de deixar sempre de lado a certeza
E arriscar tudo de novo com paixão
Andar caminho errado pela simples alegria de ser
Meu bem, vem viver comigo, vem correr perigo
Vem morrer comigo, meu bem, meu bem, meu bem
Talvez eu morra jovem:
Alguma curva no caminho, algum punhal de amor traído
Completará o meu destino, meu bem... Que outros chamam de baby


TE AMO PIRRAIA

31 de jan de 2008

A mulheres dominarão o mundo...

Como todo bom ateu, sou adepto da ciência para entender o mundo de uma maneira geral, mas a notícia que li me deixou bem preocupado... Sempre em brincadeiras sobre machismo e feminismo alguém solta que um dia as mulheres dominarão o mundo e que só existirão mulheres sobre a face da terra... Obviamente até uns dias atrás isso não passava de uma brincadeira, PASSAVA...

Leiam a reportagem a seguir, extraída do portal UOL e tirem suas próprias conclusões:

Cientistas criam espermatozóide a partir de célula feminina

Da BBC Brasil
Cientistas britânicos afirmam ter criado espermatozóides a partir de células-tronco da medula óssea feminina - abrindo caminho para o fim da necessidade do pai na reprodução.

A experiência vem sendo desenvolvida por especialistas da Universidade de New Castle que, em abril do ano passado, anunciaram ter conseguido transformar células-tronco da medula óssea de homens adultos em espermatozóides imaturos.

Em entrevista à última edição da revista New Scientist, Karim Nayernia, um dos pesquisadores envolvidos no estudo, disse que agora os cientistas repetiram a experiência com células-tronco da medula óssea de mulheres, podendo "abrir caminho para a criação do espermatozóide feminino".

No trabalho, ainda não publicado, Nayernia disse à New Scientist estar esperando a "permissão ética" da universidade para dar continuidade ao trabalho, que consistiria em submeter os espermatozóides primitivos à meiose, um processo que permitiria a maturação do espermatozóide, tornando-o apto para a fertilização.

"Em princípio, eu acredito que isso seja cientificamente possível", disse Nayernia.

O estudo, afirma a revista, poderia possibilitar que um dia, casais de lésbicas poderão ter filhos sem a necessidade de um homem, já que o espermatozóide de uma mulher poderia fertilizar o óvulo da outra.


Agora eu me pergunto: Pra que estudam a possibilidade de criar um espermatozóide feminino a partir de células-tronco de mulheres??? Qual a intenção maléfica por trás disso? Essas mulheres um dia extinguirão os machos do planeta... mas depois disso feito, quem vai abrir os potes de azeitona e palmito? Quem vai cortar a grama?? Quem vai levar reclamação nos dias de TPM?? Quem vai oferecer o ombro aconchegante na hora de dormir??